... Vem um Sapateiro com seu avental e carregado de formas, e chega ao batel infernal, e diz: Hou da barca!...

<poem> Vem um Sapateiro com seu avental e carregado de formas, e chega ao batel infernal, e diz: Hou da barca!

Dia.

Quem vem i?

Santo sapateiro honrado, como vens tão carregado?...

Sapateiro Mandaram-me vir assi...

E pera onde é a viagem?

Dia. Pera o lago dos danados.

Sap. Os que morrem confessados onde têm sua passagem?

Dia. Nom cures de mais linguagem[1] ! Esta é a tua barca, esta!

Sap. Arrenegaria[2] eu da festa e da puta da barcagem[3] !

Como poderá isso ser, confessado e comungado?!...

Dia. Tu morreste excomungado: Meu zovo. Esperavas de viver, calaste dous mil enganos... Tu roubaste bem trint'anos o povo com teu mester[4] .

Embarca, eramá pera ti, que há já muito que t'espero!

Sap. Pois digo-te que nom quero!

Dia. Que te pês[5] , hás-de ir, si, si!

Sap. Quantas missas eu ouvi, nom me hão elas de prestar?

Dia. Ouvir missa, então roubar, é caminho per'aqui.

Sap. E as ofertas que darão? E as horas dos finados[6] ?

Dia. E os dinheiros mal levados, que foi da satisfação?

Sap. Ah! Nom praza ò cordovão[7] , nem à puta da badana[8] , se é esta boa traquitana[9] em que se vê Joanteantão[10] !

Ora juro a Deus que é graça[11] !

Vai-se à barca do Anjo, e diz: Hou da santa caravela, poderês levar-me nela?

Anj. A cárrega t'embaraça[12] .

Sap. Nom há mercê[13] que me Deus faça? Isto uxiquer[14] irá.

Anj. Essa barca que lá está Leva quem rouba de praça[15] .

Oh! almas embaraçadas!

Sap. Ora eu me maravilho haverdes por grão peguilho[16] quatro forminhas cagadas que podem bem ir i chantadas[17] num cantinho desse leito!

Anj. Se tu viveras dereito[18] , Elas foram cá escusadas[19] .

Sap. Assi que determinais que vá cozer ò Inferno?

Anj. Escrito estás no caderno das ementas[20] infernais.

Torna-se à barca dos danados, e diz: Hou barqueiros! Que aguardais? Vamos, venha a prancha logo e levai-me àquele fogo! Não nos detenhamos mais!

Vocabulário

  1. não me venha com mais conversa
  2. amaldiçoaria
  3. carga da barca
  4. msetre
  5. mesmo contra a vontade
  6. rezas pelos mortos
  7. couro de cabra
  8. pele de ovelha
  9. barca oridnária
  10. o nome do sapateiro, João António, em grafia antiga
  11. brincadeira
  12. a carga te impede
  13. favor
  14. de qualquer jeito
  15. publicamente
  16. grande obstáculo
  17. colocadas
  18. se tivesse vivido direito
  19. seriam desnecessárias
  20. listas




  Go to top  

This article is issued from web site Wikisource. The original article may be a bit shortened or modified. Some links may have been modified. The text is licensed under "Creative Commons - Attribution - Sharealike" [1] and some of the text can also be licensed under the terms of the "GNU Free Documentation License" [2]. Additional terms may apply for the media files. By using this site, you agree to our Legal pages [3] [4] [5] [6] [7]. Web links: [1] [2]