... Aula do dia 08/06/2012...

Aula do dia 08/06/2012

Com Dra. Clara Brandão - Durante seus 39 anos de carreira, ela trabalhou com segurança e soberania alimentar (cadeia produtiva, cardápios, hortas, conservação de alimentos, enriquecimento de preparações), buscando formas de comer bem, barato e gostoso, independente do que se ganha. Formada em biologia, medicina e nutrição, especializada em pediatria, ela criou um alimento que foi capaz de combater a desnutrição e a fome oculta em diversos locais inóspitos do país: a multimistura. Em quantidade específica, a mistura é simples, mas formada por ingredientes pouco conhecidos: farelo de arroz, pó de folha de mandioca e gergelim.

É assim que Clara ensina a cozinhar. Utilizando-se de partes que geralmente são descartadas dos alimentos, e fazendo uma composição culinária inesperada, ela criar pratos extremamente nutritivos, saborosos, de baixo custo e rápido preparo. Na abóbora, por exemplo, seu fruto concentra vitamina A e C, sua semente, proteína e ferro; e a folha ainda mais vitamina A e C. Outro exemplo: o gergelim tem dez vezes mais cálcio que o leite – 100g de gergelim é igual a 101% da necessidade de cálcio que uma mulher entre 19 e 24 anos precisa.

O alimento, então, torna-se fonte principal e única de saúde, onde, com o uso consciente, equilibrado e natural dos alimentos, não é necessário o complemento de remédios. E em caso de alguma alteração no corpo, também é na natureza que ela busca as soluções: a flor maria vergonha, se misturada com álcool, é boa para micose, herpes etc; folha de amora tem hormônios que ajudam quem está na menopausa, e assim ela vai disseminando essa sabedoria.

Aquecimento

  • Como sentar e levantar protegendo a coluna?
  • Em pé, olhar para a linha do horizonte. Girar o pescoço para a esquerda e para direita, continuando a linha do horizonte. Até onde você vê?
  • Aquecimento: orelha, ombro, pescoço.
  • Testar quanto mudou!

“Dê com a direita sem que a esquerda saiba”

“Faça coisas que mudem a energia do universo”

Farelo de Arroz: a cada 3 dias 1 colher de sopa


Segurança e Soberania Alimentar

Conceito de 20 anos para cá, todos tem direito.

Sempre buscar saber o que tem na região.

Hoje é dado nas escolas o lanche mais fácil, biscoito com suco tetrapack, poderia ser substituído por prato único com feijão tropeiro ou baião de 2. Há alternativas muito mais nutritivas.

Em um trabalho em Santarém com crianças desnutridas, primeiro acharam que a desnutrição era proteica (carne, ovo, ...), depois que era calórica, com o uso/consumo do farelo de arroz com 10 dias, começa um aumento do consumo de alimento (então a desnutrição não era nem calórica e nem proteica, não é a quantidade da comida, mas a qualidade.

A pastoral da criança é a maior no mundo todo com cerca de 300.000 voluntários, para ter efeito tem que ter resultado rápido. Para isso precisamos pensar no uso de:

. Alimentos de alto valor nutritivo. . Custo baixo. . Paladar regionalizado. (sabor conhecido/agradável) . Preparo rápido.

Ação: efeito rápido, se não as pessoas não fazem = Alimentos NUTRITIVOS, BARATOS e de PREPARO RÁPIDO => Lembrem-se, competimos com um mercado pronto!

Custo Baixo

Numa família com 3 pessoas um café da manhã com 1 pão com manteiga e um copo de café com leite para cada um, no final do mês consome 40% do salário mínimo. Já se essa família substituir o pão pelo cuscuz, sairia 15% do salário mínimo. O milho é um alimento regional (apesar de cada vez estar mais raro o milho não transgênico), e trás mais saúde que o pão de farinha de trigo refinado.

Cuscuz nordestino: fica sem fome até o almoço!

Alimentos de Alto Valor Nutritivo

Hoje é utilizado farinha branca, porque resiste mais a ação do tempo (bicho não come o que não presta). Por isso bicho não come planta com agrotóxico.

No período da Guerra, EUA produziu grande quantidade de farinha, para alimentar a guerra, e obter lucro, mas com bomba atômica guerra acabou antes da hora, EUA tinha muita farinha de trigo e mandaram pro um tempo de graça para a aliança para Paz Ásia, África e América Latina se acostumaram com a farinha de trigo branca, e após algum tempo esse subsídio foi cortado, mas a cultura de utilização do trigo refinado já estava instalado.

- Pão: 70% é de fora X Milho: Brasil é auto-suficiente -> se mudarmos pequenos produtos, em um ano economizamos 30% do salário mínimo => “Comer melhor e ajudar meu povo!”

Regionalizar o Paladar

Brasileiro come qualquer coisa em farofa.

Oriental gosta de fermentado.

Alemão curte um chucrute.

Qualquer alimento fermentado aumenta o complexo "B", importante para nosso sistema nervoso.

Preparo Rápido

Fica como exemplo o cuscuz, a massa pode ficar umedecida e já salgada na geladeira para a hora do preparo. Fica rapidamente na cuzcuzeira e já está pronto.


Nutrição

Nutrigenoma, na fecundação temo o ganho do patrimônio genético que não se altera ao longo da vida, mas podemos melhorar a expressão do Gen.

O uso de aditivos químicos e agrotóxicos altera para pior essa expressão, já uma alimentação saudável melhora em até 70%.

Todos são alimentos funcionais.

A mulher deve consumir ácido fólico 4 semanas antes de engravidar e 4 semanas após engravidar.

Anemia ferro priva é em consequência de subnutrição, a anemia falciforme, é uma condição genética, mais presente na população negra, a talacemia, também é uma condição genética e está mais presente na população do mediterrâneo.

Anemia falciforme tem esse nome por conta das células que ficam em forma de foice.

Câncer é uma doença que cresceu muito na população de mulheres de 20 a 35 anos, algumas possíveis causas:

  • falta atividade física
  • agrotóxicos
  • metais pesados
  • anticoncepcional
  • vida sexual muito cedo
  • antibióticos (na criação animal)
  • hormônio (criação animal - corte e leite)
  • transgênico
  • solo pobre (produções de monocultura de repetição)

Também podem ser a causa para o aumento de alergias a Glúten/Lactose. Alergia é como gravidez, ou tem ou não tem. Não vai ser o volume ingerido que fará diferença, mas sim a presença ou não. Alguém alérgico a glúten, não pode ingerir nem um pouco de aveia, cevada, trigo ou amendoim.

A intolerância ao glúten tem vários níveis, e pode gerar mal humor, intestino solto ou preso. Hoje temos diagnósticos mais preciso.

As farinhas de hoje tem a moagem mais fina, o que nos impede de detectar insetos, borboletas de cereais, que também podem ser a causa das alergias. Mas fazer o teste e consumir 0% de farinha por 10 dias já vai dar um bom indicativo, se a pessoa tem alergia ou intolerância. E se precisar fazer esse teste tirando por um tempo, trigo, açúcar, leite e derivados. Se notar mudança no humor, violência e criatividade considere modificar sua dieta. Fazer o teste ingerindo uma colher de sopa de farelo por dia também é interessante para tirar a possibilidade de deficiências nutricionais.

Muito difícil trocar o trigo da merenda, da dieta das pessoas, poderia ser facilmente substituído por arroz, milho, mandioca, que somos autossuficientes.

Quanto mais precoce a alergia, mais difícil de tratar.

Temos que trazer de volta a diversidade alimentar utilizando plantas mais rústicas que não precisam de insumos químicos.

Memória Alimentar

Temos uma memória Alimentar, se a mãe grávida ingerir açúcar no último trimestre, a criança já nasce adicta a açúcar. A criança até 6 meses conhece apensa o sabor adocicado do leite e azedo (por conta da regurgitação). Limão Cravo, dá o ano inteiro e pode ser dado para a criança, ninguém morre de careta! O mesmo vale pra folhas verdes escuras e afins, ativando a memória alimentar, a chance da criança aceitar o sabor nos anos seguinte é maior. Fase oral e manual: crianças não tem olfato nem paladar (aos 6 meses), deem tudo, para elas conhecerem o maior número de sabores.

Sobre a educação alimentar dos pequenos ela avisa: existe algo chamado memória alimentar. Se ele experimenta determinado sabor nos primeiros meses de vida, dificilmente ele vai recusá-lo depois. Isso deve acontecer primeiramente com o contato manual e oral, pois no início ela não tem olfato nem paladar.

Até 6 meses, fase oral, tudo põe na boca, fezes, tênis, não tem olfato nem paladar. Essa é a hora de introduzir coisas boas na alimentação da criança. A criança chupa uma couve como chupa o tênis. Para a criança não tem ardido, amargo, então gera memória alimentar, aprende o sabor.

Criança só engole para parte posterior, ela suga. Coloque os alimentos na ponta da língua, pois ao tentar colocar para trás ela cospe. Banana dá inteira para ela sugar, deglute na parte posterior. Cortar no sentido da fibra e deixar longo para pegar e sugar (frutas, legumes, carnes). Além de tudo desenvolve sistema nervoso e para poder comer coisas mais sólidas posteriormente.

Comer utiliza os 5 sentidos: tato, olfato, paladar, visão e audição.

As pessoas comem o que tem em casa, o que está a mão. Se não tem biscoito, doces, refrigerantes, dificilmente a pessoa sai para comprar.

Comensalismo

Comer e beber em conjunto. No mínimo uma refeição em conjunto com crianças, elas acabam tendo mais ética e mais limites. Existem escolas onde os pais vão até lá para comer com as crianças.

Ao comer estimulamos:

olhos / língua / paladar / olfato / tato

Ouvido fica de fora, mas ao brindar estimulamos o ouvido. Comemoramos comendo juntos. Comer é um grande prazer.

Alimentação saudável, preserva o patrimônio genético e afeta o cérebro, potencializando a capacidade cerebral.


Qualidade dos Alimentos

Tabela da FAO de 1977 - Food and Agricultural Organization.

Fala da pobreza da qualidade dos alimentos, pela pobreza mineral do solo. Alimento produzido em solo pobre é um alimento pobre.

Não basta apenas pensar nos nutrientes, as vitaminas sintéticas não tem o mesmo efeito no organismo do que as vitaminas vinda dos alimentos.

Alimentação alternativa nas escolas pode trazer uma economia de até 50%. O leite é caro e inconveniente.

Criança com hipoglicemia - fica muitas horas entre a janta e a primeira refeição na escola pode ficar hiperativa, depressão e não aprende. Um caldo verde ou sopa ao chegar na escola seria o ideal.

Arroz parbolizado, é o arroz que foi fervido com as fibras, por isso não tem grão quebrado. Depois é colocado para secar e se tira a casca. Então ele fica mais rico. aumenta os nutrientes em 30% em comparação com o arroz branco. Não empapa, reaquece sem perder as características, pode cozinhar sem óleo, não precisa lavar. Não vai grudar!

O farelo de arroz é muito mais nutritivo que o próprio arroz.

A alimentação Saudável, preserva o patrimônio genético

A monocultura empobrece o solo, ainda mais quando não se pratica o rodízio de produção, o solo pobre resulta em alimentos pobres em nutrientes.

Crianças necessitam, em média, de 1kg de alimento a mais se estes forem cultivados em solos pobres em comparação a solos ricos.

Resgate Alimentar

Temos que reincorporar o uso de alimentos que costumava fazer parte de nossa dieta:

  • Maria Preta
  • Taioba
  • Cara
  • Inhame
  • Beldroega
  • Dente de Leão
  • Bertalha
  • Orelha de macaco
  • Cariru, bredo ou major gomes

Abóbora pode ser plantada junto de qualquer cerca que ela sobe.

Hortas suspensas são uma boa opção para locais onde alaga.

Moringa Oleifera = Come tudo! A semente seca limpa a água. E tem um rápido crescimento.

Pinhole = dá flor o ano todo.

Mamão e limão = são muito produtivos

Physalis ou Camapu = tem bastante vit. A, C e E. Evita cataratas, é pouco exigente em água e adubo.

Nabo, pode ser ingerido o grelo, parte de cima do nabo, não é ardida e é macia.

Juá, tem um capote com espinhos e é comestível!

Caruru (facilmente reconhecido pela flor), oriental e árabe consome muito. Todas as formas de caruru são comestíveis.

Taioba, que não dev ser confundida com inhame. As folhas da taioba, tem uma nervura na borda, e o talo sai da onde se encontra a borada do formato de coração da folha. Já a folha de inhame, o talo sai do meio da folha.

Beldroega, tem bastante Omega 3.

Temos a vinagreira que é um tipo de hibisco tanto branco, quanto vermelho. Suas flores são boas para pessoas com hipertensão. Utilizada para fazer o umê uma conserva japonesa.

Espinafre tem nitrato, o ideal é não congelar, e antes de consumir, aferventar para utilizar.

Folha de mandioca, para utilizar tem que cozinhar ou desidratar. Se for cozinhar, ferver por 20min com panela destampada.

Tomate cereja é muito legal, pois é muito produtivo, mesmo em pequenos espaços como vasos.

Tacacá com Tucupi - prato típico da região norte, o tucupi é o suco de mandioca brava, cozida, é um super poluente dos rios do amazonas, já que o líquido tem uma alta concentração de ácido cianídrico (pode inclusive se fazer sabão). Para fazer a receita, põe peixe e mexe, jambu e mexe, tucupi e mexe, depois o camarão e mexe. Hoje se engrossa o tucupi com goma. Uma impontante regionalização da receita.

Ora-pró-nóbis é conhecida como carne de pobre, tem grande quantidade de proteína vegetal. suas flores são melíferas e variam da cor amarela, para branca. Suas folhas também variam de um verde mais claro para um verde mais escuro.

De todos os óleos que podem ser utilizados na cozinha a melhor opção é o óleo de arroz.

Nutrientes

Pequi, dendê, buriti, tem bastante vitamina A assim como fígado, gema, ovo e leite em pó. Vitamina natural = betacaroteno pró vit. A.

Super Vitaminose = só acontece com vitaminas sintéticas, tem diferença em tudo.

Niacina = vitamina fundamental para o cérebro. Muito presente em folha de mandioca e farelo de arroz.

É interessante fazer um herbário, com xerox.

Hortas perenes são mais interessantes, pois dão menos trabalho, não necessitam insumos químicos, resistentes as adversidades do clima. Sementes não nascem ao mesmo tempo.

Existe uma solução vegetal para limpeza de solo contaminado. Com xernobil foi contaminado lagos. A raiz do girassol é ótimo para radioatividade. Para o humano é bom natô, ginko biloba e folha de mandioca.

Base da alimentação tem que ter variedade, não só de proteínas, mas também de vitaminas e nutrientes.

Ácido Fólico está bem presente nas folhas verdes escuras, temos que comer alimentos ricos em ácido fólico. E para quem quer ter filho o ideal é tomar antes de engravidar, depois de grávida, pouco vai ajudar.

Temos que formar hábitos desde criança de comer bem.

Sulfato Ferroso = cólica (dor no seio e abdome, tomar a multimistura por 1 mês, 1 colher, 2x ao dia e ver se tem resultado) / TPM / parto prolongado (pode ser fator nutricional) / sangramento pós parto (segunda maior morte de parturiente no Brasil, pois não tem contração, placenta não eliminada, sangra até eliminar - zinco, cálcio e magnésio), tudo isso se reduz com alimentação saudável.

Para um bom parto, a mãe tem que comer bem, vai ter leite. Crianças desnutridas graves podem se recuperar com o uso da multimistura.

Temos que brigar por políticas públicas que garantam boa alimentação e nutrição. Mas é uma grande briga, contra a indústria dos alimentos industrializados e medicamentos.

Gandhi educou o povo sem armas, tem vários trabalhos contra a multimistura.

Embrapa tem boas pesquisas, mas muitas não chegam ao campo.

Gergelim é rico em Cálcio, 10 vezes mais cálcio que o leite - 100g de semente de gergelim = 101% da necessidade diária de cálcio (de uma mulher entre 19 e 24 anos).

Para absorção de cálcio é necessário alimentação com gergelim e folhas verdes escuras, atividade física (essencial) e sol na pele. Vamos nos aquecer nesse sol lindo que nos banha todas as manhãs! Devemos tomar sol, direto na pele e sem protetor, mas tem que prestar atenção para fazer nos horários logo pela manhã ou pelo fim da tarde.

Se ingerir um pouco de cítrico ajuda na absorção do cálcio e do ferro. É só observar o que acontece ao colocar um ovo com casca numa solução de vinagre ou cítrico.

A partir dos 6 meses a criança não precisa mais de leite.

   100gr de leite = 10% da necessidade diária    100gr folha de abóbora = 40% da necessidade diária    100gr de gergelim = 100% da necessidade diária

Broto é muito fácil de fazer e potencializa o poder nutritivo do alimento. Não tem desculpa para não fazer.

Populações tribais da África, não tem cáries, tem boa formação óssea, pois utilizam cal no material para preparação de seus alimentos. No México ao fazer tortilha, se coloca cal virgem em cima do milho para quebrar a casquinha e seus dentes são muito fortes.

Vitamina B12 - levedura de cerveja, nosso organismo tem bactérias no intestino capaz de produzir a B12.

Cândida/candidíase é um saco e altera a absorção de nutrientes, tem que ter imunidade alta.

Plantas com leitinho, cortar, colocar na água por 30 min para depois comer cru, senão melhor comer cozido.

Azeite de Dendê tem bastante vitamina D, bom para combater doenças respiratórias. Se fizermos uma tabela com os alimentos de cada época do ano de uma região e as doenças prevalecentes no local por época do ano, vamos ter uma "coincidência" de alimentos/plantas que combatem os males que acometem na mesma época. Então consumir os alimentos da época são ideais para combater as doenças daquele período.

Trigo germinado pode ser usado por quem tem alergia ao gluten.

  • Tem alto valor nutritivo, custo rápido e preparo rápido.
  • Salada de resíduo de soja ou okara (bagaço de soja), também é prático.
  • Soja não pode ser usada crua, dá trabalho fazer leite de soja.

Cominho tem 58,3% de ferro e a semente de coentro tem 18% de ferro, devem ser consumidos com frequência.Curry tem 40% de ferro.

Açúcar é o maior de cálcio, não adianta tomar leite com açúcar. Cálcio é um dos maiores calmantes que existem, excelentes para cólicas menstruais, TPM.

Com selênio em baixo a pessoa fica propensa a infecções, necrose hepática, diminui a fertilidade e resistência a câncer. Boas fontes são: couve, repolho, brócolis, couve flor, couve de bruxelas e todas dessa família.

A deficiência de ácido fólico pode trazer esclerose, anemia, má formação cárdio vascular, retardo mental.

A deficiência de tiamina (B1), sempre em falta na demência, pode trazer alcoolismo crônico, alteração mentais, problemas com memória recente, confusão mental, irritabilidade e fraqueza muscular. Fase final de alzheimer (não temos como reverter).

Insônia agrava algumas deficiências.

A Multimistura

Conheça e visite o Sítio. A mistura é simples, mas é formada por ingredientes pouco conhecidos:

   Receita:         70% Farelo arroz (na falta algum outro substituto)    15% folha de mandioca (em pó)    15% de gergelim torrado (para não estragar)

Tudo seco e moído para ser armazenado na forma de pó.

Quantidade de consumo, para crianças pode ser acrescentado 1 colher de sopa por dia na alimentação e adultos 2 colheres de sopa.

  • antes usava pó de ovo, mas pode dar fibrose pulmonar para quem respira na hora de fazer, então deixou de lado.

Como alimentação pode ser nutritiva, saudável e barata ao mesmo tempo, com capacidade para curar o ser humano e reconectá-lo com a natureza. Em hospital do Rio de Janeiro já foi testada com ótimos resultados para diarreias em soropositivo.

Sua invenção chegou a diversas organizações sociais e foi capaz e salvar centenas de crianças.

Mais da metade da população mundial sofre de fome oculta, pois a qualidade dos alimentos dependem da qualidade do solo e uso dos "matos".

Piolho e sarna, sente cheiro do complexo B, usando multimistura e suprindo as vitaminas do complexo B, as crianças não pegam piolho e sarna.

Com o uso de multimistura tem acompanhado melhor em quadros de calcanhar rachado, bruxismo, baixo rendimento escolar, melhor controle de esfincter no idoso.

Farelo

Os farelos concentram minerais e vitaminas, pode-se comprar farelo de arroz em casa de ração, sai 30 reais a saca. Tem que sentir o cheiro para ver se não está rançoso, velho, se sentir cheiro forte, não pega. O ideal seria encontrar para alimentação humana, mas em algumas cidades é difícil, aqui em São Paulo temos opção de compra na zona cerealista.

O farelo para ser consumido é peneirado 2 ou 3 vezes.

Coloca uma panela/frigideira grossa, com fogo baixo e com a panela quente, coloca o farelo e deixa por 25 min mexendo, até ficar tostada.

De 1 a 2 colheres por pessoa por dia, pode ser utilizado até na UTI neonatal.

Nucá = farelo em Japonês. Põe em água e sal e cozinha fervendo, aumenta o complexo B (sabor forte).

Farelo reduz sintomatologia do hanseníanos. Trata a causa, dormência corpo, intestino funciona bem.

Previne doenças e promove saúde.

O ideal é manter a constância no consumo, um pouco todo dia.

Carne, leite e ovos não são essenciais.


Gergelim

Gergelim é planta perene, a produção mundial, não dá conta de abastecer o mundo, temos que plantá-la. A vantagem do gergelim para o amendoin, é que ele não desenvolve a bactéria A rtegilus Flatos quando fica um tempo no campo, prejudicial para a saúde.

Pode-se fazer broto com gergelim. Aumenta suas vitaminas.

O gergelim branco e preto tem quase as mesmas propriedades.

Pode fazer estrognoff com gergelim, batendo gergelim ao invés do creme de leite. Jogue água fervendo e bata o gergelim, no líquido, vai virando um leite mais forte.

Usar nas próximas 1h ou no máximo duas horas, senão amarga.

Hanseniano - ataca nervos periféricos, queima a sensibilidade dos dedos da mão e pés, baia a irrigação no pé gerando úlceras. Vitamina B, ajuda tremendamente, consumir bastante fermentados e integrais


Abóbora

Estamos acostumados a comer a polpa da abóbora, mas a maior parte de cálcio está na semente. A flor tem cálcio e vitamina A.

Salsa composta por raizes e folhas e talo, o valor nutritivo de cada um é diferente, mas complementar. O ideal é comer a planta por inteiro.

Abóbora com casca, semente e polpa é completa.


Mandioca

Folha de mandioca, contém metade do selênio presente na castanha do Pará.


Usos da Multimistura

Todo alcoólatra, tem deficiência de zinco e vitamina B1. Remédios para depressão tem zinco, melhor comer para ficar longe destes medicamentos.

Epilepsia tem ligação com deficiência nutricional. O uso da multimistura é recomendado também em dores articulares e alterações menstruais.

A dependência que vem de causas nutricionais, deixa de consumir as substâncias (álcool, drogas) conforme faz o uso da multimistura ou corrigindo a alimentação.

Abaixo, o caderno de receitas construído coletivamente pelos multiplicadores do curso, que também estavam juntos na cozinha manuseando esses recursos naturais e preparando todos os ricos pratos

Dicas de Cozinha

Cada corte dos vegetais tem 1 sabor, os diferentes cortes usando faca, usando ralador, em rodelas grossas, em quadradinhos, tudo faz diferença, experimente com a cebola, cenoura e sinta a diferença.

Mandioca orgânica brasileira, usar pelo menos 2x na semana é super nutritiva. Quando for preparar, pegue a entre casca dura e coloque no fundo da panela de pressão onde vai cozinhar a mandioca.

Receitas Sábado

  1. Tabule
  2. Farofa com Casca de Banana
  3. Salada de beringela
  4. Ora-pro-nobis à Moda Baiana
  5. Bolo de Milho
  6. Suco de Mandioca
  7. Biomassa de Banana
  8. Vinagrete
  9. Manteiga de Taioba
  10. Trigo de Kibe com Tomate
  11. Torta de Mandioca
  12. Mandioca com Mel


Tabule

   Okara*    Uva passa    Salsa/coentros    Cenoura    Maçã    Alho Poró    Sal do Himalaia    Óleo de arroz/azeite

Notas: *Okara – resíduo que fica do processo de confecção de leite de soja, ou de outros leites vegetais

Se quiser utilizar triguilho, não precisa hidratá-lo, basta lavá-lo até não sair mais nada, e já pode colocar maçã, cenoura, manga.


Farofa com Casca de Banana

   Farinha de mandioca  - 1kg    Farelo de arroz    Proteína de soja miúda +- 400g    Banana verde (à vontade)    Casca de banana refogada em óleo    Gergelim    Alho Poró    Sal do Himalaia    1 copo de óleo/azeite

Misturar tudo e voilá!

Notas:

   Casca de banana tira a radioatividade do corpo    O óleo é importante para absover a vitamina A, E e K


Salada de Beringela

   Beringela    Sal do Himalaia    Vinagre/limão

Ir envolvendo sempre com as mãos à medida que se acrescenta os ingredientes. Amassar para tirar o excesso de líquido e sal. Passar o preparado para outra vasilha.

Acrescentar:

   Uva passa    Cenoura    Gergelim    Manjericão/ orégano    Castanha do pará    Óleo / azeite (se acrescentar mais óleo, o preparado conserva por um mês na geladeira)    Salsinha (quando desejar conservar, lembrar que o coentro não dura muito. A salsinha e o orégano duram bastante)

Se desejar, enrolar o preparado numa folha de alface e servir

Ora-pro-nobis à Moda Baiana

   Ora-pro-nobis    leite de coco – 200ml    Óleo de dendé +- 80ml

Leve tudo ao fogo e saboreie!


Bolo de Milho

   ¾ de xícara de açúcar    8 espigas de milho debulhadas    2 xícaras de coro ralado fresco /ou 2 de queijo(o queijo que desejar)/ ou 1 de cada    3 ovos    500ml de leite (como não havia leite colocou-se leite de coco)

Bater o preparado no liquidificador. Untar uma forma e derramar o preparado. Levar ao forno até dourar.


Suco de Mandioca

   Leite de coco – 200ml    Mandioca cozida    Açúcar a gosto    Canela a gosto    Cachaça ou rum a gosto

Bater tudo no liquidificador e servir!


Biomassa de Banana (substitui o açúcar e serve para engrossar preparados)

Cozer bananas verdes com casca numa panela de pressão (contar 20min depois que pegar pressão)

Tirar a casca. Bata o miolo no liquidificador. Congele se desejar conservar


Vinagrete

   Cebola    Tomate    Gengibre    Vinagre/limão    Alho

Misturar bem e cobrir com óleo/azeite. O segredo está em ficar tudo muito bem picadinho!


Manteiga de Taioba (dura +- 1 semana na geladeira)

   Retire o talo da folha de taioba e refogue a folha com os itens abaixo    Sal    Óleo/azeite    Vinagre/limão

Bater tudo no liquidificador.

Nota: se estiver muito líquido acrescentar mandioca para ganhar consistência.

Ao colocar na geladeira ela endurece.


Trigo de Kibe com Tomate

Refogue tomate cortados em cubinhos.

Acrescente ao refogado:

   Farinha de kibe    Sal    Salsinha

Nota: Não misturar muito


Torta de Mandioca

Refogue milho e talos da taioba.

Adicione mandioca cozida e sal a gosto!


Mandioca com Mel

Cozinhe a mandioca e depois de cozida, coloque-a aos pedaços numa vasilha e acrescente leite de coco, mel, gergelim, castanha do pará, nozes ou qualquer fruto seco que queira!

Receitas Domingo

  1. Conserva de Acelga
  2. Tempero Maravilha
  3. Salada de Acelga
  4. Salada de nabo com beterraba e gengibre
  5. Manteiga de Banana
  6. Nutella com Banana
  7. Feijoada vegetariana
  8. Suco de Cará
  9. Bolo de Mandioca Crua
  10. Farofa de Biju
  11. Beringela com Molho de Missô
  12. Pasta de Nirá
  13. Suco de Batata Doce
  14. Doce de Coco com Batata Doce
  15. Missô


Conserva de Acelga

   Acelga rasgada com as mãos (pedaços médios)    Sal    Vinagre/ limão    Nabo às fatias    Cenoura batida no liquidificador com pimenta dedo de moça e misturar no preparado    Cenoura em fatias    Óleo    Gergelim    Pimenta vermelha cortada às tirinhas

Nota: A Clara aconselhou a cortar os legumes em vez de picar e também a cortá-los na oblíqua não a direito. Cortar com as mãos é bacana, pois tem menor interferência do metal da faca no alimento. Tempero Maravilha


Tempero Maravilha

   Açafrão e colorau (só são solúveis em óleo, coloque em óleo quente)    Cominho    Semente de coentro moído    Cebola batida no liquidificador    Alho    Sal (pitada)

Dissolva os temperos no óleo quente, depois acrescente a cebola, com este tempero quase não precisa de sal na comida!

  • Esse tempero pode ser usado para feijoada. Se quiser pode pegar pedaços de coco seco e refogar em óleo, que dá um efeito de bacon.

Salada de Acelga

   Acelga rasgada com as mãos    Gergelim torrado passado no óleo    Espremer limão no preparado


Salada de Nabo com Beterraba e Gengibre

   Nabo  e a beterraba às fatias    Vinagre a gosto    1 colher de sopa de açúcar demerara    3 colheres de missô    Cenoura ralada com pimenta    Gergelim torrado    Gengibre a gosto

Coloque sal, sempre misturando com as mãos.

Nota: Esta receita conserva por muito tempo na geladeira.


Manteiga de Banana

   Banana verde    Óleo    Sal    Vinagre    Alho picado

Corte as bananas verdes ao meio, retire a bundinha e a cabeça. Cozinhe-as com casca na panela de pressão por 5 min assim que começa a ganhar pressão, desligue. Bater tudo no liquidificador e pronto! Nota: A casca da banana tem que ficar mole.


Nutella com Banana

Corte as bananas verdes ao meio, retire a bundinha e a cabeça. Cozinhe-as com casca na panela de pressão por 5 min assim que começa a ganhar pressão, desligue. Retire a casca das bananas e bata no liquidificador com:

   Açúcar demerara    1 colher de sopa de essência de amêndoas    Chocolate em pó    Castanha do pará

Nota: A casca da banana tem que ficar mole. Delícia!


Feijoada Vegetariana

   Feijão cozido

Refogue os legumes* com o tempero maravilha em separado:*

   Chuchu com casca e semente fatiado    Beringela    Repolho    Brócolis

Depois do feijão estar cozido, adicionam-se os legumes com bastante água. Não mexer muito o feijão para não parti-lo.

Refogue coco fresco com o tempero e adicione ao feijão. É o “bacon” da feijoada!

Refogue a proteína de soja (graúda hidratada) e adicione ao feijão.

Nota: Os legumes foram refogados em separado devido ao tamanho da panela!


Suco de Cará

Liquidifique:

   Cará    Limão    Açúcar    Água    Maçã picada


Bolo de Mandioca

   ½ kg de mandioca    3 ovos    Côco ralado    Fermento em pó    ½ xíc. de óleo    Água    Açúcar    Leite de origem animal ou leite de coco.


Farofa de Biju

   Farinha de mandioca – bijú    Farelo de trigo    Sal    Gergelim torrado    Salsinha    Bananas verdes em rodelas    Uva passa    Óleo    Folha de nabo    Proteína de soja desidratada    Ovo mexido

Misturar tudo muito bem!


Beringela com Molho de Missô

   Fatias finas de beringela cruas.

Molho:

   Vinagre/limão    Gengibre    Missô    Azeite    Shoyo


Pasta de Nirá (substitui a pasta de alho)

Liquidifique:

   Nirá + sal


Suco de Batata Doce

   Batata doce    Ameixa    Leite de côco    Água


Doce de Coco com Batata Doce

   Batata doce    Ameixa    Coco ralado


Missô

   Uma colher de sopa de missô    Espremer um 1 ½ de limão

Misture bem!

Leite de Oleagenosas

Pode ser feito leite de arroz, aveia, castanha, amendoim. Sempre utilizar semente crua.

   Só deixar de molho, hidratando.    Bater depois. 

O bagaço pode ser usado no bolo.

Isso pode ser usado para substituir o creme de leite.

Suco de Casca de Maracujá

Utiliza-se a casca de maracujá, sem a semente (mas não pode estar murcha).

   Bata a casca no liquidificador com água.    Pode juntar a massa da banana verde.




parei 10junho

Este texto também se utilizou de material publicado no blog do Células de Transformação e pode ser visto na íntegra aqui.





  Go to top  

This article is issued from web site Wikiversity. The original article may be a bit shortened or modified. Some links may have been modified. The text is licensed under "Creative Commons - Attribution - Sharealike" [1] and some of the text can also be licensed under the terms of the "GNU Free Documentation License" [2]. Additional terms may apply for the media files. By using this site, you agree to our Legal pages [3] [4] [5] [6] [7]. Web links: [1] [2]